De onde surgiu o mito de que temos de comer de 3 em 3 horas?

Bruno Halpern

Esse tema é um polêmico, mas o que vou escrever é totalmente baseado em evidências. Tive a oportunidade de coordenar uma reunião científica sobre o assunto no Hospital das Clínicas de São Paulo.

Cabem aqui algumas perguntas:1) De onde surgiu o mito de que todos devem comer de 3 em 3 horas para emagrecer?

2) Que comer de 3 em 3 horas aumentaria o gasto energético derivado da alimentação? Diversos estudos com calorimetria não demonstraram isso ou demonstraram diferenças muito sutis.

3) Que comer de 3 em 3 horas reduziria seu apetite em refeições subsequentes?  Isso não apenas não foi demonstrado, como vários estudos mostram que, pelo contrario, podemos ter mais fome se comemos mais vezes.

Em um ambiente rico em alimentos, aumentar o número de refeições quase que certamente leva a um aumento da ingestão alimentar total. Aliás, diversos estudos epidemiológicos demonstram que, nas últimas décadas, o número de “ocasiões em que se come” aumentou consideravelmente, sem que houvesse redução das calorias nas refeições principais e, concomitantemente a isso, como sabemos, houve a explosão de obesidade.

É verdade que existem variações entre pessoas e que algumas podem se beneficiar de um fracionamento maior por questões específicas e individualizar é sempre importante. Mas, usar essa ideia de que comer de 3 em 3 horas emagrece, quase como um mantra religioso, comumente, atrapalha programas de emagrecimento. O mesmo vale para pacientes diabéticos, já que há estudos que mostram que 2 refeições ao dia reduziu muito mais a glicemia e fatores de risco do que 6 refeições ao longo do dia.

Tema do post publicado no facebook do Dr. Bruno Halpern em 11/09/2015

 

Bruno Halpern

Bruno Halpern - endocrinologista na Clínica Halpern

Mais Lidos

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>